Atenção

Fechar

Dorys Daher & Guilherme Pereira

Escultura Cores

Premiada pelo Edital Arte Monumento Brasil2016

Relevância do projeto na localidade onde será instalada, bem como a familiaridade do projeto com os atributos da Chama Olímpica, dos Valores Olímpicos e dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos:

A cidade de Ipameri (entre rios, em tupi-guarani), no interior de Goiás, é a cidade natal de Dorys Daher, onde passou sua infância e parte da adolescência. A artista ainda mantém laços familiares e sentimentais com a localidade que acolheu seu avós fugindo da I Guerra Mundial. A localidade recebeu, no início do século XX, forte influência de imigrantes de diversos países: espanhóis, alemães, portugueses, italianos, tchecos, japoneses, sírios e libaneses. A mistura de pessoas de variadas origens está presente na estrutura do município, bem como no espírito dos Jogos Olímpicos e dos Jogos Paralímpicos, cujo símbolo dos cinco aros, com cores diferentes, representa a união entre os continentes. A diversidade harmônica de seu povo é uma característica tipicamente brasileira, que se alia aos valores do movimento olímpico: respeito, amizade e excelência.

A obra “Cores” se assemelha aos aros olímpicos, símbolo das Olimpíadas, e será instalada em uma das praças da cidade. Assim como os aros, a obra representa a união entre as nações. Sua instalação na cidade será um símbolo que manterá aceso esse ideal já presente na localidade, uma vez que a convivência e a mistura de povos está na genealogia do município, lembrando, no futuro, suas origens, que carregam os princípios do universalismo e do humanismo.

Objetivo:

Descrever os objetivos e as características do projeto considerando a qualidade, a inovação, a linguagem artística e a sua abrangência.

O objetivo do projeto é deixar um marco na cidade que evoque os ideais olímpicos de respeito, amizade e excelência, tão presentes na cidade de Ipameri, cuja mistura de povos que convivem harmoniosamente está em sua genealogia. Mais que uma simples escultura pública, “Cores” é uma obra de arte concebida pela artista Dorys Daher, nascida na cidade de Ipameri.

Remetendo aos aros olímpicos, os arcos de “Cores”, em aço Corten, tem as suas partes internas nas cores olímpicas, que representam as bandeiras dos países e a união entre os povos. O conjunto todo pode ser atravessado pelas pessoas, reforçando a interação entre elas, o que é a base dos ideais olímpicos: paz, união, amizade. Nas faces externas da escultura ficarão inscrições em baixo-relevo que exaltam a importância dos Jogos Olímpicos e dos Jogos Paralímpicos. Assim, há, em “Cores”, uma representação das características em comum do povo da cidade e dos ideais olímpicos, tudo executado em uma obra de arte que será feita com o que há de mais moderno em termos de tecnologia.

Por Andre Sheik, curador de artes, Rio de Janeiro.

Confira o vídeo abaixo.



Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Escultura Cores

Link dos Projetos aprovados no Edital Arte Monumento Brasil 2016

Voltar